Como repintar as paredes após as chuvas

Se sua casa está sofrendo com a umidade causada pelas chuvas ou ficou exposta a alagamentos? Veja algumas dicas de como fazer a higienização e a repintura das paredes para botar a casa em ordem.

Bolhas, infiltrações, mofo e outros estragos causados pelo excesso de chuva ou umidade podem danificar seriamente a estrutura do imóvel, além de comprometer a saúde dos moradores. Resolver todos esses problemas é muito importante para restaurar a segurança do imóvel e, de quebra, renovar os ambientes, levando mais conforto para o espaço. Aí você pensa: como repintar as paredes? Afinal, um ambiente bonito e saudável é tudo o que a gente quer, não é mesmo?

Iniciando os trabalhos de repintura das paredes

Para dar início a essa transformação, o primeiro passo é cuidar da higienização das paredes, ou seja, tratar dos danos estruturais antes de pintá-las. Abaixo mostramos a vocês um passo a passo com ações e dicas sobre como cuidar das paredes após as chuvas, e como preparar tudo da melhor forma possível.

Como repintar parede de casa após chuvas

 

1º passo: Limpeza das paredes

Caso a parede esteja com mofo, devido ao excesso de umidade, a remoção pode ser feita com o uso de uma solução de água com água sanitária (proporção de 1 para 1) na região afetada. Basta lavar a área com uma escova de náilon e deixar a solução agir por 30 minutos, limpando com um pano úmido em seguida. Deixe secar bem.

Dica importante: caso sua casa tenha sido invadida pelas águas da chuva, o procedimento acima precisa ser realizado, para que os ambientes sejam higienizados. Para evitar o risco de contaminação, é recomendado usar luvas e botas.

 

2º passo: Preparação para a pintura

Zero Mofo Proclean

Após a secagem das paredes, é preciso observar se o reboco está esfarelando. Neste caso, será preciso aplicar uma demão de fundo preparador à base de água.

O próximo passo é proteger a superfície antes da pintura. Para isso, a dica é o Zero Mofo, um antimofo especial da marca Proclean, desenvolvido para eliminar micro-organismos presentes nos materiais empregados na construção civil.

O produto tem ação prolongada, sendo eficaz sobre mofos, algas e fungos, prevenindo e eliminando sua proliferação e conservando a integridade da superfície tratada. Ele deve ser aplicado antes da pintura em paredes internas e externas, tetos e pisos. Feito isso, é hora de aplicar a tinta.

 

3º passo: Como retirar as bolhas da parede

Se o problema são as bolhas que apareceram na parede o procedimento é outro. Para corrigir esse problema, é preciso tratar a superfície danificada, que deve ser raspada com espátula ou escova de aço e depois lixada.

A seguir, deve-se retirar o pó da parede com a ajuda de um pano úmido e aplicar um fundo preparador para agregar as partículas soltas. Depois que a superfície estiver bem seca, a parede está pronta para receber a massa e a tinta.

 

Dica: cuidar de infiltrações na janela

Quando o excesso de chuva causa infiltração entre a pedra (mármore ou granito) e a esquadria da janela, vale a pena fazer a reaplicação do silicone para evitar novos danos à pintura.

 


Vem pra Politintas!

Tem sempre uma Politintas pertinho de você: Vitória (Jardim Camburi, Jardim da Penha, Santa Lúcia e Goiabeiras); Vila Velha (Aribiri, Centro, Coqueiral de Itaparica); Campo Grande (BR-262 e Av. Campo Grande) e Serra (Jardim Limoeiro, Laranjeiras e Jacaraípe).

Já viu essas dicas?
31/01/2014

Cores para pintar casas de campo

31/07/2015

Suvinil Maxx Rendimento: a tinta que você sempre quis!

04/12/2014

Sherwin-Williams elege Coral Reef a cor do ano para 2015

27/11/2017

Mude a decoração sem ficar no vermelho