Como fazer efeito degradê na parede

Quer repaginar a decoração da sua casa? Uma boa pedida é o efeito degradê. A técnica, que consiste em mesclar duas ou três cores em um mesmo plano, deixa a parede superbonita.

O degradê já esteve em alta na moda, virou tendência em esmaltes e agora está dando o que falar na decoração. A técnica, que consiste em mesclar duas ou três cores em um mesmo plano, valoriza a decoração da casa, que pode ganhar um ar mais romântico ou descolado, dependendo da tonalidade e da intensidade do degradê.

Os ambientes comerciais e corporativos também podem abusar dessa novidade para criar espaços diferenciados. Um bom exemplo é o escritório da Politintas, que teve algumas paredes da área administrativa pintadas em degradê nos tons de amarelo e branco.

Segundo o pintor Rone Tavares, além de deixar a parede mais bonita, a mistura de tintas pode proporcionar amplitude ao ambiente e também melhorar a iluminação.

Degradê em tons branco e amarelo feito no escritório da Politintas

Degradê em tons branco e amarelo feito no escritório da Politintas

“A pessoa pode escolher duas cores similares para dar um efeito mais suave e sutil, ou usar tonalidades opostas, se quiser um resultado mais marcante”, afirma Rone.

Ele ressalta que, antes de aplicar o efeito degradê, é importante preparar a parede. “Recomendo a aplicação de uma base na tonalidade Branco Neve com acabamento brilhante, que demora mais a secar, permitindo que o pintor tenha mais tempo para trabalhar com a tinta. Um outro produto vai exigir uma aplicação mais rápida”.

Nas sete lojas da Politintas, você encontra todo o material necessário para aplicar a pintura degradê na sua parede. Confira a lista de produtos abaixo e mãos à obra!

Você vai precisar de:

  • Fita crepe
  • Lápis
  • Bandeja de tinta
  • Rolo de lã com haste
  • 2 pincéis
  • 2 cores de tinta (podem ser da mesma paleta ou não)
  • 2 panos de algodão brancos (outra opção é usar duas esponjas grandes ou camurça)
  • Um balde com água

Passo a passo da pintura em degradê:

  1. O ponto de partida é aplicar uma fita crepe em toda da extensão da parede para que a pintura fique retinha e não manche a parede ao lado;
  2. Com a ajuda de um lápis, faça um risco de leve na parede para marcar o ponto em que as cores vão se encontrar. O risco não precisa ser uma linha reta, pois ele será usado apenas como uma referência;
  3. Comece a pintar pelos cantos com a ajuda de um pincel. Será usada uma tonalidade de cor na parte superior e outra na parte inferior;
  4. E aí vai o segredo: para que as cores se misturem, resultando no efeito degradê, as tintas precisam estar frescas. Por isso, a pintura da parte superior e inferior deve ser feita simultaneamente com a utilização de um rolo; portanto, você vai precisar da ajuda de uma segunda pessoa nessa fase da pintura. Aplique duas demãos de cada cor. Lembre-se de deixar um espaço de cerca de 10 centímetros entre uma cor e outra;
  5. Agora é hora de dar o efeito degradê à pintura: com a ajuda de uma esponja ou pano umedecido, dê batidinhas de leve nas cores frescas e vá preenchendo o espaço que ficou em branco. Misture as duas tonalidades, criando um efeito esfumaçado. Feito isso, a pintura está pronta! É só esperar a secagem da tinta e aproveitar a nova decoração do ambiente.

Conte com um profissional

Se você preferir contratar um profissional para fazer a pintura degradê na sua casa, a nossa dica é o pintor Rone Tavares. Os contatos dele são: arte_pintar@hotmail.com e (27) 98145-2072.

Já viu essas dicas?